Tecnologia que monitora público é aposta do setor de eventos

Relatório dos estandes mais e menos visitados e da preferência dos visitantes é um dos atrativos do sistema, que permite direcionar conteúdo para o público em tempo real.

O agitado setor de feiras de negócios, que movimenta R$16,3 bilhões por ano só na capital paulista segundo pesquisa da Fipe, exige cada vez mais ideias inovadoras para atrair organizadores e pequenos empreendedores. E os recursos tecnológicos se tornaram aliados deste mercado quando o assunto é evento de pequeno e médio porte.

Para realizar uma feira é preciso um ano de trabalho, no mínimo. Conhecer bem o segmento explorado, ter equipes preparadas e saber quais são as necessidades dos visitantes também faz parte da dinâmica dos promotores e expositores. E, além de todo este preparo, alguns recursos tecnológicos têm entrado em ação para garantir o sucesso do evento.

É o caso do Purple, ferramenta que permite conhecer o perfil do público (gênero, escolaridade, profissão, seus gostos e preferências, comportamento etc.) e monitorar suas atividades durante o evento. Tudo isso com apenas um click. Basta que o visitante faça login, uma única vez, no sistema – este login pode ser feito através das redes sociais – para que a interação aconteça.

As informações captadas pelo Purple geram relatórios para os expositores e organizadores em tempo real, nos quais é possível saber quais estandes estão sendo mais e menos visitados, qual o tempo médio de permanência em determinado espaço, assim como a locomoção do público durante o evento. O mapeamento precioso permite, ainda, filtrar as preferências do usuário e enviar mensagens personalizadas para cada visitante avisando sobre palestras e acontecimentos no evento, a fim de atraí-lo ao estande desejado.

Também é possível lançar promoções e gerar anúncios publicitários, redirecionar páginas e links de conteúdos para públicos segmentados por gênero, idade, gosto musical, por exemplo. Além de diversas outras ações para atrair o visitante no momento em que a feira acontece. A tecnologia inglesa é ofertada com exclusividade pelo Centro de Eventos PRO MAGNO.

“Com essa ferramenta é possível administrar e tomar atitudes em tempo real, o promotor não vai precisar esperar arrumar um descompasso de visitação em uma rua da feira, por exemplo, no próximo ano, e sim nas próximas horas do evento, trazendo melhores resultados para todos. Assim, o pavilhão se torna um espaço inteligente”, explica Beni Piatetzky, diretor comercial e de marketing do PRO MAGNO.

Quando o assunto é a tecnologia a favor dos eventos, Carla Castilho, diretora da agência de inteligência e comunicação Unius, afirma: “Consumidores estão cada vez mais críticos aos produtos e serviços, por isso as empresas precisam desenvolver uma comunicação de mão dupla, e o Purple possibilita atuar de forma concreta e dinâmica com seu público-alvo, sendo mais assertivo e trazendo um maior número de consumidores para as pequenas empresas”.

 

Fonte: http://www.revistaeventos.com.br/Espacos-para-Eventos/Tecnologia-que-monitora-publico-e-aposta-do-setor-de-eventos/4245307