Estamos vivendo uma era cada vez mais tecnológica, isso não é mais novidade para ninguém. Vemos todos os dias, cada vez mais pessoas com olhares voltados para as telinhas de seus Smartphone 24 horas por dia, todos os dias da semana. Por isso, neste artigo vamos mostrar os benefícios de ter um app e te dar dicas para investir em um aplicativo.

Segundo uma pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo, a FGV, até o final de 2017 haverá um Smartphone por habitante no Brasil. Só em 2016 o Brasil chegou a ter 168 milhões de aparelhos em uso e neste ano cresceu em 30 milhões, estima-se que daqui dois anos, o Brasil chegue a 236 milhões de aparelhos em uso. São dados importantíssimos para quem ainda está achando que ter um aplicativo para sua empresa “não vale a pena”.

Segundo pesquisa realizada em maio pela App Annie, uma empresa referência em análise de aplicativos e dados do mercado de aplicativos, no primeiro trimestre de 2017 o Brasil já alcançou a segunda posição no ranking dos países que mais baixam e usam apps por mês no mundo, são em média 40 ou mais aplicativos usados neste período, além disso, o brasileiro também tem o hábito de instalar uma grande quantidade de apps em seus aparelhos sem usar efetivamente por um longo período de tempo.

A pesquisa também mostrou que o Brasil é o país que mais usa aplicativos por dia. Sendo aproximadamente 12 aplicativos abertos em 24 horas. Essa pesquisa foi feita com consumidores de Andróid, mas já dá para ter uma grande noção de que está valendo a pena investir em um aplicativo. Antes de pensar em sair criando qualquer aplicativo por aí, apenas pelo motivo de que o mercado está favorável, é necessário também avaliar alguns pontos importantes para tomar qualquer decisão.

A pedido da PayPal, o BigData Corp.,  realizou uma pesquisa em 2016 com o tema: “O Perfil dos Aplicativos no Brasil” e os resultados mostraram que o brasileiro está criando um “cemitérios de aplicativos” em seus aparelhos e tablets. Além disso, a pesquisa também revelou que o brasileiro é o país que menos paga para usar/baixar aplicativos, segundo Thoran Fernandes, da BigData Corp, para um app ser considerado de sucesso é preciso alcançar a marca de um milhão de usuários e apenas 2% dos apps pagos conseguem ter mais que mil usuários no Brasil. Ou seja, para a sua ideia não cair no túmulo, é necessário pensar bem antes de investir em um aplicativo!

 

A pesquisa também revelou que:

  1. 86,64% dos aplicativos baixados são os gratuitos;
  2. Apps de games representam mais de 40% de downloads, liderando o ranking disparado;
  3. Somente 10,5% são apps de e-mail ou edição de texto;
  4. Aplicativos de troca de mensagens são os que têm mais engajamento, seguido por jogos e apps de foto.

E agora, em qual segmento sua empresa quer estar? No ranking dos apps mais baixados, engajados ou quer ir direto parar o cemitério de apps? Segundo Ellie Powers, Gerente de Produtos da Google Play, “Um aplicativo precisa ser bonito, fácil de usar, com um ótimo design e também ser muito confiável, que não trave e não acabe com os dados ou a bateria dos usuários”. E aí? É ou não é um bom momento para investir em um aplicativo?

 

Então, aqui vão algumas dicas:

  1. App UX – User Experience

Tenha um aplicativo baseado em UXExperiência do Usuário. Antes de desenvolver qualquer aplicativo é necessário pensar em qual solução ele irá trazer para o usuário. Qual problema seu app irá resolver? Que ideia diferenciada ele trará? Como fazer para manter seus usuários engajados e usar seu app frequentemente? Um aplicativo de sucesso é baseado em solucionar problemas do dia a dia de maneira eficaz e de uma forma que nunca ninguém pensou antes, sempre claro, baseado na experiência do usuário, afinal é para ele que você estará desenvolvendo o app, certo?

  1. Layout:

Não tenha medo de pensar em usar e abusar de um bom layout para seu app, afinal, a primeira coisa que seus usuários irão avaliar ver é o design. Fotos bonitas e bem definidas chamam mais atenção. Na hora de divulgar seu app também use fotos chamativas, ou seja, todas as imagens relacionadas ao seu aplicativo devem ser bem definidas e de boa qualidade. Sempre pense que menos é mais, portanto, escolha um layout levemente atraente, simples, direto e bonito. Exagerar nas cores e colocar muita informação não é legal!

  1. Conteúdo:

Sempre traga um conteúdo relevante e interessante para seus usuários. Escreva de maneira impecavelmente correta, afinal, ninguém quer perder credibilidade por não escrever corretamente, certo?! Não escreva qualquer conteúdo apenas para “encher linguiça” como diz o ditado. Lembre-se que o usuário quer algo que vá resolver o problema dele, então, apresente exatamente isso e não “enrole-o”. Caso contrário, seu app pode ir direto para o cemitério dos desinstalados.

  1. Atualizações:

Teste tudo antes de ir ao ar. Sempre que perceber que algo deu “errado” ou ficou ultrapassado ajuste! Segundo os estudos que citamos no início do artigo, os apps que são atualizados constantemente são os mais baixados pelos usuários. Isso porque ninguém gosta de mesmice, quando o usuário baixa um aplicativo ele quer novidade a cada acesso. Os apps que tem mais de 10 milhões de downloads são atualizados pelo menos a cada três meses, mas os apps considerados de “primeira linha” são atualizados a cada 20 ou 30 dias. Um exemplo que temos é o Facebook, que é atualizado às vezes até em um prazo menor a esse, trazendo sempre uma novidade ou funcionalidade diferente.

  1. Divulgação:

Um bom planejamento para quem quer investir em um aplicativo vem com uma divulgação no pacote. Afinal como as pessoas saberão que você está trazendo um app revolucionário para o mercado? Apenas disponibilizar nas lojas de apps e esperar os downloads não é lá uma boa estratégia. As pessoas precisam saber que ele existe para ir lá e baixá-lo. Divulgue nos canais mais estratégicos para sua empresa, redes sociais, site, e-mail, anúncios e tudo mais. Estudar e analisar todos os lugares que seu público alvo está e ir até eles. Mostre-se para eles! Afinal, é como fiz aquele velho ditado: Quem não é visto, não é lembrado!

  1. Avaliações e Feedbacks:

Você fez um app para um determinado público, então tudo o que eles acham de seu app é de suma importância para você melhorar e aprimorar cada vez mais seu projeto, esteja sempre atento ao que seus usuários estão dizendo, considere todas as avaliações e feedbacks recebidos e aplique tudo o que for pertinente para melhorar a experiência do usuário, afinal, sem eles, seu app vai parar lá no cemitério e você chegou até aqui, não quer que isso aconteça, não é mesmo?

 

Agora que você já sabe o que precisa para investir em um aplicativo, conte com a UNIUS para desenvolver seu projeto com você. A agência Unius é especializada no desenvolvimento de aplicativo para empresas e conta com uma equipe própria para te ajudar em todas as etapas de produção, desde o planejamento, design, produção até o seu lançamento oficial. Venha tomar um café conosco e tire seus projetos do papel!